domingo, 28 de novembro de 2010

Naturalização de Frederico Kruel (?)



Os artigos veiculados neste blog podem ser utilizados pelos interessados, desde que citada a fonte: MOUSQUER, Zélce Darclé. (Inclua o título e data da postagem) in http://www.familia-kruel.com.br, nos termos da Lei nº 9.610/98.



Não foi possível, até agora, identificar este imigrante Kruel naturalizado brasileiro em 1866.
Transcrevo, abaixo, sua Carta de Naturalização.

Naturalização de Frederico Kruel por carta de 13/7/1866 (Decreto 1314)

DECRETO N. 1314 — De 13 de Julho de 1866.

Autoriza o Governo para mandar passar Carta de Naturalização de Cidadão Brasileiro ao subdito Italiano Padre Paschoal La Guardia, e outros.

Hei por bem Sanccionar e Mandar que se execute a Resolução seguinte da Assembléia Geral.

Art. 1.° Fica o Governo autorizado para mandar passar Carta de Naturalização de Cidadão Brasileiro ao subdito italiano Padre Paschoal La Guardia, Vigário da Freguezia de Santa Anna do Pirapitinga, na Provincia de Minas Geraes; aos subditos portuguezes João Henrique Guarnel, Joaquim José de Almeida Coimbra, e José Caetano Vianna, residentes na mesma Provincia; João Teixeira de Carvalho, José Custodio Alves Pereira, Manoel Antonio Gomes Pereira Junior, Joaquim Sabino Gonçalves, Francisco Alberto da Silva Bessan, Manoel da Luz Pereira, e Manoel Fernandes Flamante, residentes nesta Corte; Luiz Lobato Pereira Cabral, Manoel Dias da Costa, José Julio Amancio da Silveira, José Silveira Machado, José Alves Rodrigues, José Antonio de Castro, Manoel Jardim, Felippe Lopes, e Custodio José Affonso, residentes na Provincia do Rio de Janeiro; Antonio Joaquim Moreira, Manoel Joaquim Coelho, e Bernardino José Senna Castro, residentes na Provincia da Bahia; Antonio Francisco Alves, Bernardo da Silva Moura, Caetano Pereira da Motta, Caetano Gonçalves da Motta, Francisco Antonio Alves, Francisco Cardoso de Carvalho, João Antonio de Souza Bessa, João Netto de Mattos, José Joaquim dos Santos Lima, Luiz Minho Flores, Luiz Antonio Pinto, Manoel da Silva Sourega, Manoel Luiz da Silva Rosa, Antonio Joaquim Guerreiro Lima, José Joaquim Alves, Miguel Francisco, e Jeronymo Antonio Dias, residentes na Provincia de S. Pedro do Rio Grande do Sul; aos subditos hespanhoes Balthazar Binhas, e Militão Rodrigues Gririgo, residentes na mesma Provincia; aos subditos allemães Frederico Kruel, Otto Von Hocrvell, Jacob Lauter, Agostinho Theodoro Ferreira, e Francisco João Ferreira, sendo estes dous ultimos nascidos na Prussia, todos residentes na mesma Provincia; Henrique Four, e Pedro Julio Wigant, residentes nesta Corte; ao Dinamarquez Christian Gudmeondsson Isfeld, e a Oriental Catharina Maria Josepha Merello, igualmente residentes nesta Corte; Roberto SantTord, residente em Lages, Provincia de Santa Catharina; Padre João Luiz. Nepomuceno de Macedo, Vigario da Freguezia de Canas Vieiras, na mesma Província; Francisco Espozim e Padre Raphael Fozaco, residentes na Capital da mesma Provincia.

Art. 2.° Ficão revogadas as disposições em contrário.

O Marquez de Olinda, Conselheiro de Estado, Senador do Império, Presidente do Conselho de Ministros, Ministro e Secretario de Estado dos Negócios do Império, assim o tenha entendido e faça executar.

Palácio do Rio de Janeiro em quatorze de Julho do mil oitocentos sessenta e seis, quadragésimo quinto da Independência e do Império.

Com a Rubrica de Sua Magestade, o Imperador.

Marquez de Olinda.

José Thomaz Nabuco de Araújo.

Transitou na Chancellaria do Império, em 17 de Julho de 1866. — O Director Geral interino, José da Cunha Barboza.— Registrado.

Publicado na Secretaria de Estado dos Negócios do Império em 18 de Julho de 1866. — Fausto Augusto de Aguiar.

FONTE: Coleção das Leis da República Federativa do Brasil.

Outros imigrantes Kruel entrados no Brasil



Os artigos veiculados neste blog podem ser utilizados pelos interessados, desde que citada a fonte: MOUSQUER, Zélce Darclé. (Inclua o título e data da postagem) in http://www.familia-kruel.com.br, nos termos da Lei nº 9.610/98.

OUTROS IMIGRANTES KRUEL ENTRADOS NO BRASIL

Identificamos outros dois imigrantes com o sobrenome Kruel que entraram no RS, na metade e final do século XIX. Entre eles, Augusto Kruel e Jacob Kruel.

Augusto Kruel solteiro, evangélico, nascido no Ducado do Holstein 1829 ( hoje um dos estados mais setentrionais da Alemanha).
De acordo com WERLANG, 120,1995, Augusto Kruel desembarcou no Brasil em 1851 e em 17.12.1857 deu entrada na Colônia Santo Ângelo.
Em relação a Augusto Kruel, não existem indícios para estabelecer alguma relação de parentesco com os Kruel postados neste blog.

Jacob Kruel, também encontrado como Jacob Król, filho de Michael Kruel/Król e Tecla Kruel/Król. Jacob emigrou da Polônia (?) para o Brasil em torno de 1890 (?), desembarcando em São Paulo, rumando depois, para o Rio Grande do Sul, mais especificamente, Guarani das Missões.
Na época desta imigração ( c. 1890), a região contava com apenas 4 municípios: São Borja e Cruz Alta (1833), Santo Ângelo (1873) e Palmeiras (1874).

Sobre o imigrante Jacob Kruel, suspeitamos que trate-se do mesmo Jacob Krull, 33 anos, alfabetizado, casado com Joanna 36 anos, alfabetizada, casal que desembarcou em Porto Alegre em 1.5.1897, acompanhados dos 2 filhos João 12 anos e Jacob, 1 mês, relacionados em Povoadores da Colônia Guarani, AHRS, p. 18.
Sobre os dois filhos imigrantes, João e Jacob, acreditamos que nenhum dos dois tenha sobrevivido. Pois, todos os filhos por nós encontrados, tem o nome de Eva Murchulak como mãe. Eva irá casar em 1921 com o imigrante, Jacob Kruel.
Mas, não pode ser descartada a hipótese de que o filho Jacob tenha nascido no percurso da viagem, e sua mãe Joana tenha falecido logo na chegada ao Brasil, pois em 1902 nasce Pedro, o filho de Jacob e Eva.

Jorge Alberto Krieger ( Argentina) informa que Jacob Kruel era primo de João Ernesto Kruel casado com Isabel Frederica Hoffmeister. Se isto se confimar, Jacob Kruel era, então, sobrinho do imigrante Karl Ludwig Wilhelm Kruel.

 Jacob Kruel aparece nos registros como nascido na Yugoslávia, Polônia e mais frequentemente, Áustria. O mesmo acontece com as  informações sobre a origem da família Murchulak ou Murcula, onde aparecem como tendo origem húngara, austríaca, polonesa.

O mais provável é que Jacob Kruel, bem como a família Murchulak (?), família de sua 2ª (?) esposa),  os quais, entre outras nacionalidades se dizem austríacos, tenham vindo da Galícia, uma província do Império Austro-Húngaro, que pertencera a Polônia, depois à Áustria, após a 1ª guerra passou novamente à Polônia e após a 2ª guerra, foi incorporada à Russia, e hoje é a atual Ucrânia.
Como a Polônia não era uma nação constituída, pois no século XVIII deixara de existir e fora dividida entre as 3 potências, Áustria, Rússia e Prússia, seus cidadãos, apresentavam-se com os documentos emitidos pelas 3 potências, daí identificarem-se como austríacos, prussianos ou poloneses-russos, poloneses-alemães.
Talvez venha daí, a diversidade nas informações prestadas pelas famílias Kruel e Murchula (?). 

Em POLANCZYK, 2010, P.105, lemos: 
É certo que os chegados em Guarany, no ano de 1890, vieram diretamente da Polônia, ou passaram alguns meses em Ijuí.Já todos os povoadores de Guarany que vieram nos anos de 1897 até 1901, estiveram em outras colônias que abandonaram.
Continua: ....os poloneses, austríacos e suecos foram os primeiros que chegaram. Enquanto os suecos escolheram os lotes próximos ao núcleo Comandaí, os poloneses escolheram os mais próximos de Santo Ângelo, nas linhas Barreira e Campo Novo.

Jacob informa (reg de nasc do filho Michael) ....morar na margem direita do Rio Comanday, parte pertencente ao município de Santo Ângelo/RS.

Jacob Kruel deixou testamento, datado de 1911 (Colônia Guarany, 5º distrito de São Luiz Gonzaga), ocasião em que refere-se aos filhos: “....impedido de legitimá-los, nomeia seus herdeiros e outros que porventura venham a nascer, os filhos naturais que teve com Elena Muchulak, João José, Pedro, Jacob, Miguel, (Maria)Elena e Catharina. "

O impedimento para a legitimação dos filhos, devia-se a fato de Eva Muchulak/Murcula/Mucrula estar casada na ocasião.
Como não localizamos nenhuma informação sobre o 1º casamento de Eva Murchulak, não sabemos se ela deixou filhos desta união.

Após a morte do 1º marido, em torno de 1920, a imigrante e viúva Eva Muchulak/Murcrula/Murcula casou  no religioso – (Livro 2, f 49 e Livro 4) aos 56 anos, a 8.1.1921 Guarani das Missões /RS, com o também imigrante e viúvo ? Jacob Kruel/Król 57 anos, o pai de seus filhos.


Registro do casamento de Jacob ( Livro 2, f 49 e Livro 4)


Sabemos que o filho Miguel Kruel casou na Argentina, Missiones.

Isto pode nos levar a pensar que toda a família Kruel , ou pelo menos alguns membros desta família tenham se dirigido para a Argentina, já que até o momento, não foram encontrados, na região missioneira, os registros de batismo de seus filhos, seus inventários, óbitos.... Cultivo da erva-mate ?

Muitas pesquisas ainda precisam ser feitas para localizar a família em Missiones/Argentina, e para entendermos quais membros da família para ali se dirigiram.
                       
Passo a relacionar, abaixo, os filhos do casal Jacob e Eva.

Importante destacar, que nos registros encontramos esta família ora registrada como Kruel, ora como Król.

F1. José Kruel/Król nasceu cerca de 1897/1898, casa aos 18 anos, em 26 8.1916, Giruá/RS com Brausislava/Bernardina Marcks 17 anos, natural de  Ijuí/RS, filha de Ludwig/Lodovico Marcks e Barbara Suchecka ? .
N1. Juan José
N2. Catarina
N3. Maria

Reg casamento religioso de José - Cúria de Santo Ângelo/RS (Livro 2, f 14)


                                       
Registro de casamento civil de (João) José (f 27)-  microfilme Guarani das Missões.
F2. Pedro Kruel nascido n.c. 1902, falecido aos 12 anos, assassinado a 22.2.1914 Guarani das Missões/RS, onde foi sepultado. 


reg de óbito de Pedro K. - microfilme Guarani das Missões.(f.24)
                                                  
F3. Jacob Kruel/Król nasceu 13.7.1904 Guarani das Missões,/RS, foi batizado 14.8.1904 Guarani das Missões /RS, casado com Isabel Vaz Jacob a 3.9.1924


Registro do batismo de Jaco -Cúria de Santo Ângelo  (Livro 1, f 16)
                                   
Reg nascimento de Jacob- microfilme Guarani das Missões (reg 101, f 106)
                         
Registro de casamento de Jacob- Cúria de Santo Ângelo (Livro 2, f 78)
                                               
F4. Michael Kruel (Miguel) nascido em 22.5.1905, em Guarani das Missões/RS e falecido em 25.5.1987 Posadas, Argentina. Foi casado em 1ª núpcias com Irma Gomes, com quem teve 2 filhos. Miguel casa, depois, com Marta Adoryant tendo outros 3 filhos, todos moradores na Argentina.

Miguel Kruel - foto cedida por Olivia Kruel/Argentina
Registro de nascimento de Michael - Microfilme Guarani das Missões. (Reg 91, f  144)
                                           

N1. Pedro Kruel
N2. Elena Kruel casada com Rulo Davalos.
N3. Olivia Kruel nascida na Argentina, onde é moradora, casada com Juan Baldassini. 5 filhos.
N4. Elba Irene casada com Jorge Schottes.
N5. Carlos Kruel casado em 1ª núpcias com Ana Chamula. Carlos casa em 2º matrimônio.

F5. (Maria ?) Elena Kruel casada com Rulo Davalos.

F6. Catharina Kruel/Król n. 25.10. 1908 Guarani das Missões/RS, onde casou aos 18 anos, a  24.11.1926 com Adão Petrykiez 21 anos, nat de Guarani das Missões/RS, filho de  Matheus Petrykiez e Sophia.


Registro de nascimento de Catharina - Microfilme Guarani das Missões.(Reg 324, f 80)

Registro de casamento de Catharina - Cúria de Santo Ângelo/RS(Livro 2, f 98)
                   
Obs: todos os registros paroquiais encontram-se no Arquivo Histórico da Diocese de Santo Ângelo/RS.Os registros civis encontram-se no Cartório de Registros Civis de Guarani/RS.

Fontes:

Agradeço a Anália Soledad Baldassini, e sua mãe Olívia Kruel de Posadas/Argentina, descendentes de Miguel Kruel, filho do imigrante Jacob Kruel, que colaboraram para esta genealogia.
Microfilmes Centro de História da Família (Guarani das Missões/RS, São Luiz Gonzaga/RS) - Igreja Mormons
Jorge Alberto Krieger em http://www.kruger-krieger.com/index.htm
Arquivo Público -Livros de Notas/ Col. Guarani/RS - São Luiz Gonzaga/RS.
WERLANG, William. História da Colônia de Santo Ângelo, Vol 1. Ed Pallotti, Santa Maria. 1995.
POLANCZYK, Antonio José. O imigrante Polonês e a Colônia Guarany. Renascença: Edigal, Porto Alegre.2010
Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul. Povoadores da Colônia Guarani.
Arquivo Público do RS. livro de transmissão e notas.

domingo, 14 de novembro de 2010

F10. KATHARINE KRUEL – Catarina Kruel




Os artigos veiculados neste blog podem ser utilizados pelos interessados, desde que citada a fonte: MOUSQUER, Zélce Darclé. (Inclua o título e data da postagem) in http://www.familia-kruel.com.br, nos termos da Lei nº 9.610/98.

F10. KATHARINE KRUEL - CATARINA KRUEL


As classificações F, N, Bn, Tn, Qn, (Filho, Neto, Bisneto, Trineto, Quadrineto), adotadas na genealogia dos filhos do casal Carl Ludwig Wilhelm Kruel e Julianna Bier, foram consideradas tomando como referência o grau de parentesco com o referido casal.

Catarina foi a décima filha do casal de imigrantes Carl Ludwig Wilhelm Kruel e Julianna Bier, nasceu a 30 janeiro 1835 em Bom Jardim/RS e faleceu em 5 novembro 1911 em Montenegro/RS, onde foi sepultada.
Casou em 1 janeiro 1851 Taquari/Estância Velha, com Karl Lampert, ourives, natural da Alemanha, nascido em 20 novembro 1826 em Niedereisenbach (no Vale do Rio Glam) Principado de Lichtemberg, Rheinland-Pfalz, Alemanha e falecido em 2 fevereiro 1911, Montenegro/RS onde foi sepultado.
Os pais de Karl foram Johann Jakob Lampert, lavrador na picada Dois Irmãos/RS, nascido em 18 janeiro 1784 em Niedereisenbach, Principado de Lichtemberger, Rheinland-Pfalz, Alemanha e falecido em 18 julho 1842 em São Leopoldo e Maria Bárbara Edinger, nascida em 27 julho 1785, Niedereisenbach, Rheinland-Pfalz, Alemanha e falecida em 7 junho 1829 em Dois Irmãos,onde foi sepultada, filha de Peter e Anna Bárbara Edinger.
Carl Lampert desembarcou, no RS, com seus pais e irmãos, em dez 1827, mesma data em que desembarcou a família Kruel.


“Jacob Lampert faleceu à noite, congelado de frio na estrada da costa da Serra para São Leopoldo, onde foi sepultado”.Jakob Lampert e Maria Barbara tiveram os filhos:
Friedrich Lampert casado com Elizabeth Luiza Krieger.
Adam Lampert casado com Maria Katharina Winderath.
Katharina Bárbara Lampert casada com Johann Karl Matte (irá casar depois com a cunhada Elisabeth).
Maria Catharina Lampert casada com Carlos Clemente Kersting.
Margareth Lampert faleceu na travessia marítima.
Michael Lampert casado com Katharina Putzer ( ascendentes do oficial aviador Miguel Lampert)
Elizabeth Lampet casada com o cunhado Johann Karl Matte.
Karl Lampert casado com Catharina Kruel.


O filho mais velho de Jakob e Maria Barbara, também chamado Jakob Lampert,desistiu de seguir viagem e em Vlissingen, Baía da Antuérpia, separou-se da família. Tendo ficado sem documentos, adotou o nome Lambert, seus descendentes vivem na Holanda.

De 1851 a 1860, o casal Carlos Lampert e Catarina residiu em Taquari; na década de 1870, Santa Maria, depois São Martinho e a partir de 1893 em Montenegro, onde faleceram. Foram pais de 18 filhos.
Carlos, Ernesto Leopoldo, Henriqueta, Florisbela, Lidovina, Frederico, Emilia, Júlia, Amandio Fidencio, Jacob, Cristiano Sezefredo, João Baptista, Adélia, Adelaide, Leopoldo, Rosa, Anatólio e Maria.

Localizamos o registro de nascimento, não nominado, de uma filha do casal Carlos e Catarina Lampert nascida em
15/4/1877, Santa Maria/RS. Possivelmente, trata-se do registro de nascimento de uma das irmãs: Adelia, Adelaide ou Rosa.


Catarina Kruel e Karl Lampert
Foto cedida por Leandro Lampert

Registro de casamento Katharine Kruel e Carl LampertRegistro 1
01-01-1851 - Karl Lampert filho do falecido Jacob Lampert e da falecida Maria Bárbara Edinger casa com Katharine Kruel, filha de Karl Kruel.
Casamento celebrado pelo Pastor Johann Peter Christian Haesbaert.

Foto obtida no microfilme (rolo 6) Casamentos Evangélicos de Estância Velha – Arquivo Histórico da Escola Superior de Teologia/São Leopoldo/RS.

N1. Carlos Frederico Lampert nascido em 4.11.1851,Taquari/RS e falecido 1924. Casou aos 24 anos,em 1.5.1875, Cruz Alta /RS, com sua prima, Ernestina Kruel Uflacker,17 anos, nascida em Cruz Alta/RS, filha de Juliana Kruel e Johann Heinrich Christian Uflacker, com quem teve 10 filhos.
Bn1. Anatolio Lampert 2 filhos.
Tn1. Benone Lampert
Tn2. Iracema Lampert

Bn2. Ercilia Lampert
nascida em 1880 e falecida em 1938. Casa em 8.12.1897 CAlta/RS, com Amandio Fidencio Lampert, nascido em 1869 e falecido 1949.Tiveram 5 filhos.
Tn1.OlavoLampert
Tn2. Normelia Lampert
Tn3.Ercilia Lampert
casa com Solon Ferreira Pires.
Tn4. Adilis Lampert
Tn5. NoemiaLampert

Bn3. Heleodoro lampert
Bn4. Garibaldi Lampert
Bn5. Alice Lampert
 n. 13.2.1885 Cruz Alta /RS, onde foi bat. a 22.10.1885, foi casada com Hugo Gartner.7 filhos.
Tn1. Carlos Lampert Gartner casa com Jandira Lamapert Araujo.Tn2. Geni Lampert Gartner
Tn3. Rubem Lampert Gartner
casado com Edite Lampert Gartner.
Tn4. Soely Lampert Gartner
Tn5. Edite Lampert Gartner
casada com Antenor Winck Brum.
Tn6. Ernestina Lampert Gartner casada com Eduardo Abelardo Marques.
Tn7. Luiz Lampert Gartner casado com Adelia Nedef.

Bn6. Olinda Lampert
Bn7. Homero Lampert
n. 21.4.1892 Calta/RS.
Bn8. Olga Lampert n. 4.6.1894 Calta/RS..
Bn9. Zulmira Lampertn. 9.11.1898 Calta/RS. 1 filha
Tn1. Maria
Bn10. Alayde Lampert
, casada com Deolindo Brum.
Um dos filhos nasceu em 9.8.1877 em Santa Maria/RS e uma filha nasceu em 16.2.1879 em Santa Maria/RS.


Localizado o filho Dinarte Lampert dos Santos nascido em 28.4.1889, Ijuhy/RS, filho natural de Elvira dos Santos. Na certidão de alistamento militar de Dinarte, Carlos Frederico Lampert é citado como seu pai. Dinarte casou em 1919, Santo Ângelo/RS com Emilia Raiter nascida em 21.10 1897, filha de Frederico Raiter nascido em 6.2.2. 1873,Russia e Emma Raiter nascida em 4.4.1876, Alemanha..Os avós paternos de Emilia foram Samuel Raiter e Elisabeth Stein e seus avós maternos, Gustavo Pancker (?) e Carolina Pancker (?).



N2. Ernesto Leopoldo Lampert nasceu 15.12.1854,Taquari/RS. Faleceu em Quevedos a 20.7.1925. Casado com Gertrudes Souza Pacheco, (casamento registrado em Estância Velha/RS), filha de João Eleutério Pacheco. Pais de 4 filhos:
Bn1. João Carlos Lampert nascido 1897 e falecido 1983, casado com Sofia Flores Vargas, filha de Heleodoro Rodrigues de Vargas, de São Martinho. Pais de:
Tn1. Maria Gertrudes Lampert
Tn2. Águeda Lampert
Tn3. Clari Lampert

Bn2. Concórdia Francisca Lampert
nasce 1900 e falece 1978. Casa com João Silveira Vargas, pais de 3 filhos.
Tn1. João Vargas casado com Lizia Helena Bandeira, teve 2 filhos.
Tn2. Genesi Vargas casada com Benoni Lampert sem filhos, e em 2ª núpcias com Deodoro Rodrigues Alves, com quem teve 3 filhos.
Tn3. Gilson Vargas casado com Nilz Violino, teve 3 filhos.
Bn3. Ernesto Segundo Lampert casado com Jacy Vargas da Costa, filha de Pedro Ivo da Silveira Costa e Amália Vargas. Neta paterna de Celso José da Costa e Clara Silveira e neta materna de João José de Vargas e Maria José Marques Costa, sendo essa prima irmã de Pedro Ivo. Pais de 6 filhos:
Tn1. Gertrudes Costa Lampert
Tn2. Maria Eloy Costa Lampert
casada com Vicente Quadros do Nascimento. Teve 4 filhos
Tn3. Carmem Costa Lampert casada com Jose Remy Berwanger. 3 filhos.
Tn4. Pedro Ivo Costa Lampert casado com Ana Aracy Franca do Nascimento, tiveram 2 filhos.
Tn5. Ernesto Costa Lampert casado com Tânia Silveira, teve 1 filha.
Tn6. João Batista Costa Lampert casado com Suzana Pirotti Brum tiveram 2 filhas.
Bn4. Clotilde Pacheco Lampert

N3. Henriqueta Lampert nasceu em Taquari, evangélica, casou aos 19 anos, em 1.1. 1876,Santa Maria/RS, com Jacob Bender 22 anos, nascido em Trier/Alemanha, evangélico, filho de Jacob Bender e Josefina Hill (?).

N4. Florisbela Lampert casada com ......Freitas.

N5. Ludovina Lampert nascida em 1858, Montenegro/RS,  casa aos 19 anos, em 30.03.1879, Santa Maria/RS, de acordo com o rito evangélico, com Cristiano Kruel Filho, nascido em 14.4.1855, Santa Maria/RS e falecido em torno de 1912, filho de Christiano Kruel e Elisabeth Fuchs .Tiveram 9 filhos.

O pesquisador Márcio Beyer  nos informa que, em relato deixado, por escrito, por  seu tio (falecido) Newton Paulo Beyer, ele lembra do velório da Ludovina em um sobrado na rua Felipe Camarão, onde morava Laíde ou Alaíde, irmã de minha avó Alicinda ou Licinda, aqui em Porto Alegre, por volta de 1941.

Bn1. Álvaro Lampert Kruel nasceu em 15.12.1882 em Santa Maria/RS e faleceu em 1960, Algrete/RS. Casado em 05.01.1936 Igreja Católica de. São Francisco de Assis/RS, com Delfina Jacinta da Silva, nascida em 1897/São Francisco de Assis/RS, filha de Joaquim Luís Jacinto e de Flaubiana Francisca da Silva (Keffer)
Tn1. Eurico Silva Kruel casado com Dora Paines.
Tn2. Euripedes Silva Kruel casado com Cecy Martins.
Tn3. Euridilce Silva Kruel casada com Joaquim Osvaldo Pútten.
Tn4. Jandira Silva Kruel casada com Eurípedes Borges.
Tn5. Eunice Silva Kruel faleceu aos 13 anos.
Tn6. Breno Silva Kruel nascido em 7.12.1921 São Francisco de Assis/RS. (Kefer) casado com
Ruth.
Tn7. Ivo Silva Kruel
casado com
Neusa.
Tn8. Ivone Silva Kruel
casada com Romeu.
Tn9. Luiz Carlos Silva Kruel casado com Cecy Figueiredo.
Bn2. Alvina Lampert Kruel nasceu em Santa Maria e faleceu 25.12.1883, Santa Maria/RS.
Bn3. Adélia Lampert Kruel nasceu em 10.5.1884, Santa Maria/RS e faleceu aos 26 anos, em 10.1.1911, Alegrete/RS.Casa em 24.12.1908 com Gabino José de Almeida, que nasceu em 1886 e faleceu em 4/4/1911, Alegrete/RS.
Tn1. Zaira de Almeida Kruel nascida em 4.1.1911. Casa-se em 4.1.1928, Alegrete/RS, com Francisco Teles Moutinho, nascido em 29.3.1908, filho de Benvindo Grato Moutinho e Maria Alcenira Teles Moutinho.Tn2. Maria
Tn3. Genso
Bn4. Djalma Lampert Kruel
nasceu em 1.9.1886 em Santa Maria /RS.
Bn5. Oscar Lampert Kruel nasceu em 1.2.1890 em Santa Maria/RS, onde faleceu em 22.11.1899.
Bn6. Zélia Lampert Kruel nasceu em 27.3.1891 em Santa Maria/RS. Casada com João Moutinho.
Tn1. Irene
Tn2. Plínio
Tn3. Leny
Tn4. Nilton
Tn5. Cirene
Bn7. Luisa Amélia Lampert
nasceu em 10.11. 1892, Santa Maria/RS, onde faleceu em 6.12. 1899.
Bn8. Laíde Lampert Kruel nasceu em 16.2.1896, Santa Maria. Casou com Henrique.
Bn9. Licinda Lampert Kruel nasceu em 29.10. 1898 em Santa Maria. Casada com Hugo Bayer.
Tn1. Neuza
Tn2. Ruth
Tn3. Djalma
Tn4. Newton
Tn5. Clody
Tn6. Victor

N6. Frederico Gabriel Lampert nasceu em 1860 e faleceu em 1907. Casado com Paulina Kauer, tiveram 5 fihos.
Bn1. Brunilda casa com Emilio Winter, teve 3 filhos.
Tn1. Ilma Winter casada com Harry Arthur Prass, com quem teve 4 filhos.
Tn2. Frederico Bruno Winter casado com Walmy da Silva. 3 filhos.
Tn3. Lia Winter casada com Seno Kehrwald, 3 filhos.
Bn2. Bruno Lampert casado com Victoria Ross 1 filha.
Tn1. Sara Lampert casada com Cláudio Fernando Silva. 2 filhas.Bn3. Carlos Lourival Lampert casado com Alba Coelho de Souza. 2 filhos.
Tn1. Renan Lampert casado com Vivian Griebler. 2 filhos
Tn2. Cairu Lampert casado com Clair Ferrarez. 5 filhos
.
Bn4. Ilma Lampert casada com Agnaldo Kieling. 3 filhos.
Tn1. Gabriel Lampert Kieling casado com Vanda, 3 filhos.
Tn2. Alba Liana Lampert Kieling. 2 filhos
Tn3. Rogério Lampert Kieling casado com Laci Oliveira, 3 filhos.
Bn5. Olinda casada com Clotario Daudt. 2 filhos.
Tn1. Nadia Daudt casada com Leon Fischer. 2 filhos.
Tn2. Marialia Daudt casada com Rodolfo Sagebim. 3 filhos.


N7. Emilia Lampert nasceu 1862 e faleceu 1945.

N8. Julia Lampert nasceu 1867 e faleceu 1948.

N9. Amandio Fidencio Lampert nasceu 1869 e faleceu 1949. Casou a 8.12.1897 Calta/RS,com Ercilia Lampert, nascida em 1880 e falecida em 1938, filha de Carlos Frederico Lampert e Ernestina Kruel Uflacker. 5 filhos.

N10. Jacob Lampert nasceu 1870 e faleceu 1934, casou com Estela Rocha Kaudt. Teve 5 filhos.
Bn1. Edwi Daudt Lampert casado com Valesca Maria Krindges. Tiveram 10 filhos.
Tn1. Sergio Lampert casado com Lucy Luiza Magnabosco. 4 filhos.
Tn2. Telmo Lampert casado com Ana Maria Rigon. 2 filhos.
Tn3. Maristela Lampert casada com Armando Eickhoff. 2 filhos.
Tn4. Magda Lampert casada com Oswaldo Figueiredo. 1 filho.
Tn5. Valesca Lampert
Tn6. Edvi Lampert casadao com Iara Maria Trigo dos Santos. 4 filhos.
Tn7. Roberto Lampert casado com Nara Eluse Matzembacher. 2 filhos.
Tn8. Suzana Lampert casada com Olavo Schlichling.
Tn9. Maria Conceição Lampert
Tn10. Zuleica Lampert casada com João Antonio Tomasi. 2 filhos.
Bn2. Jacy Daudt Lampert
Bn3. Aracy Daudt Lampert
Bn4. Amaury Daudt Lampert
casado com Luiza Lembert. 2 filhos.
Tn1. Maria Lampert casada com Rui Dorfmann. 2 filhos.
Tn2. Amaury Lampert casado em Esmenia Catarina Streit. 4 filhos.
Bn5. Jocely Daudt Lampert casado com Gloria Pascoalina Mottin. 3 filhos.
Tn1. Fernão Mottin Lampert casado com Maria Luiza Renner. 2 filhos.
Tn2. Nelson Mottin Lampert casado com Lídia Virginia Classirat. 1 filho.
Tn3. Estela Mottin Lampert

N11. Cristiano Sezefredo Lampert nasceu 1874 e faleceu 1958. Casado com Zulmira Marques Cunha. Tiveram 2 filhos.
Bn1. Luiz Carlos Lampert faleceu 1990, casado com Edite Schardong. 1 filho.
Tn1. Solange Conceição casada com Felício Muccillo. 2 filhos.Bn2. Engracia Lampert

N12. João Baptista Lampert faleceu em 1940, São Francisco de Assis. Casado com Maria Fausta Vianna falecida em 1927, São Francisco de Assis/RS, filha de José T. Vianna e Raphaela Rocha Vianna. 1 filho.
Bn1. João Carlos Lampert
Bn2. Antonio Vianna Lampert
nascido em 5 julho 1918, casa-se aos 23 anos em Santa Maria/RS com Altiva Ferreira de Oliveira, 19 anos, filha de Francisco Machado Oliveira falecido em 1926, São Franciso de Assis e Laura Pereira de Oliveira nascida em 1885.

N13. Adelia Lampert casada com Jose de Almeida Araújo. Teve 3 filhas.
Bn1. Jandira Lampert Araújo casada com Carlos Lampert Gartner. 1 filho.
Bn2. Corina Lampert Araújo casada com Heitor Matte. 1 filho.
Bn3. América Lampert Araújo casada com Cassildo Vianna. 4 filhos.

N14. Adelaide Lampert casada com Frederico Matte.

N15. Leopoldo Lampert teve seu nascimento registrado em 26.8.1873, Vila Theresa ( Vera Cruz/RS) e faleceu 1958. Casado com Joaquina Ramos Schroeder. Teve 2 filhos.
Bn1. Mario Lampert nasceu 1901 e faleceu 1983. Casado com Flavia Ruschel. 6 filhos.
Tn1. Leonor Lampert casada com Carlos Pereira Marques.3 filhos.
Tn2. Leandro Lampert casado com Lucy Mallmann. 3 filhos.
Tn3. Luciano Lampert casado com Ieda Franzen. 4 filhos.
Tn4. Lucila Lampert casada com Osmar Aloysius Zart. 3 filhos.
Tn5. Lindolfo Joaquim Lampert casado com Ana Astrid Petersen. 3 filhos.
Tn6. Lucidio Lampert casado com Rejane Born. 4 filhos.
Bn2. Zaira Lampert casada com Osvaldo Lopes da Silva. 6 filhos.
Tn1. Loreno Lopes da Silva casado com Glacy Pereira Campos. 3 filhos.
Tn2. Ligia Lopes da Silva casada com Eldon Vichines. 1 filha.
Tn3. Licia Lopes da Silva casada com Hilton Vieira. 2 filhos.
Tn4. Gabriel Lopes da Silva casado com Lenira Gonçalves. 3 filhos.
Tn5. Marino Lopes da Silva casado com Célia Mallmann. 3 filhos.
Tn6. Cyro Lopes da Silva casado com Lilia da Rosa. 3 filhos.


N16. Rosa Lampert nasceu em 9.1.1881 e casou com José Francisco Souza, filho de Francisco Antonio de Souza e Gertrudes Maria. Tiveram 11 filhos

Bn1. João Carlos Souza casa com Zulmira. 9 filhos.
Tn1. Geneci Souza casada com Ricardo Andrade.
Tn2. Ricardo Souza casado com América Souza.
Tn3. João Carlos Souza casado com
Geni.
Tn4. Nilson Souza
casado com Irma.
Tn5. Edson Souza casado com
Geni.
Tn6. Paulo Souza
casado com
Adila.
Tn7. Waldemar Souza
casado com
Gessi.
Tn8. Maria Raquel Souza
casada com Wilson.
Tn9. Osvaldo Souza casado com
Sila.
Bn2. Josefina Souza casada com Maximiliano. 5 filhos.
Tn1. Branca casada com Salvador.
Tn2. Morena
Tn3. Ari
Tn4. Loreno
Tn5. Louraci

Bn3. Setembrina Souza casada com Rodolfo. 2 filhos.
Tn1. Olga casada com Honorio.
Tn2. Adolfo casado com Antonia.

Bn4. Ulisses Souza casado com Leonor. 3 filhos.
Tn1. Dalva Souza
Tn2. Sidnei Souza
Tn3. Adão Souza

Bn5. Adelices Souza casada com Tilo.
Bn6. Gertrudes Souza casada com Brasil. 3 filhos.
Tn1. Nadir
Tn2. Helito
Tn3. Daivinson

Bn7. Homero Souza casado em 1ª núpcias com Laida. 5 filhos. 2º matrimônio com Clarice. 1filho.
Tn1. Auri Souza casado com Ligia.
Tn2. Benone Souza
casado com Maria.
Tn3. Adalberto Souza casado com Zenir.
Tn4. Nicolau Souza casado com Regina.
Tn5. José Souza casado com Clarice.
Tn6. Rui Souza
Bn8. Osvaldo Souza casado com Elvetica. 4 filhos
Tn1. Rosa Souza casa com Aimoré.
Tn2. Edevi Souza casa com Leonor.

Tn3. Edegar Souza
Tn4. Luiz Souza

Bn9. Elfridia Souza casa com Peri. 4 filhos.
Tn1. João casado com Ines.
Tn2. Hiran
casado com Laureni.
Tn3. Rosa casada com
Belmiro.
Tn4. Oneida
casada com Sergio.

Bn10. Otacílio Souza casado com Elza. 8 filhos.
Tn1. Moises Souza casa com Laerta.
Tn2. Rosa Souza
casa com Irineu.
Tn3. Clovis Souza casa com Catarina.
Tn4. Cicero Souza casa com
Celia.
Tn5. Celia Souza
Tn6. Marilei Souza
casa com ......Ferrugem.
Tn7. Tania Souza casa com Benoni.
Tn8. Maria Elzi Souza

Bn11. Edmar Souza casado com Nair. 1 filho.
Tn1. Vilmar Souza casado com Terezinha Sherer.
Bn12. Ernestina

N17. Anatólio Lampert nasceu 1884 e faleceu 1969. Casou com Laura Menna Barreto com quem teve 2 filhos.Casa em 2ª núpcias com Norma Freitas.
Bn1. Lorena Menna Barreto Lampert casada com Jose Tácito Gravina. 3 filhos.
Tn1. Marcos Vinicius Gravina casado com Lucia Maria Issler Salomoni. 2filhos
Tn2. Laura Maria Gravina casada com Roberto Modesto Fadanelle. 3 filhos.
Tn3. Viviane Maria Gravina casada com Paulo Ernesto Veronese. 3 filhos.
Bn2. Jose Carlos Menna Barreto Lampert casado com Noemia Freitas. 2 filhos. José Carlos casa em 2ª núpcias com Liria Moreno. 1 filha.
Tn1. Neusa Maria Freitas Lampert casada com Helio Costa. 3 filhos.
Tn2. Antonio Carlos Freitas Lampert casado com Maria de Lurdes. 3 filhos.
Tn3. Carla Moreno Lampert

N18. Maria Lampert nasceu 30.3.1860 e faleceu 28.4.1860.


Fontes:

Agradeço, a especial colaboração de Leandro Lampert, autor do livro que foi a fonte para esta pesquisa.

Um agradecimento especial, também, para a Jussara Figueiredo Kruel , uma "prima" sempre pronta para colaborar.

LAMPERT, Leandro. Lampert, origens e genealogia. Porto Alegre. 1996.
PETRY, Hugo Egon e DULLIUS, Werner Mabilde. Cemitério das Colônias Alemãs no Rio grande do Sul. Porto Algre: Editora Gráfica Metrópole S.A.1985.
Arquivo pessoal de Keffer (genealogista).
Arquivo Público do RS - inventários, testamentos, transmissões e notas, habilitações para casamento, medições.
Arquivo Histórico da Cúria de Santo Ângelo/RS.
Kirchen Register der Villa Theresa. 1861-1862. Registros transcritos por Elisandro José Migotto -outubro/2011, fotografados por Alceu Stein e disponibilizados online por Nélio J. Schmidt.